Neurologia x bem estar

Share

Manter a saúde mental pode não ser tarefa fácil quando se tem de lidar com estresse, depressão e até os males provocados pelo mosquito aedes aegypti. A neurologia tem o tratamento ou diagnóstico de doenças contemporâneas, além de outras seculares. E os maranhenses podem comemorar, pois contam com consideráveis avanços nos setores púbicos e privados.
“Nos últimos anos o Maranhão melhorou bastante. A nível de Nordeste estamos bem! O Estado reduziu 90% o número de pacientes encaminhados para outros Estados em busca de tratamento médico”. A afirmação é do neurocirurgião Ricardo Rêgo, referindo-se aos centros especializados criados no interior do Estado.
“Após o diagnóstico, o processo está mais rápido. O desafio agora, com a crise, é manter os serviços”, completou ele sobre o atendimento no serviço público.

PROBLEMAS NEUROLÓGICOS

Para falar sobre os problemas do cotidiano que abalam a saúde de homens e mulheres do mundo inteiro é preciso ir longe. Buscar respostas nas expectativas frustradas, na sede do conhecimento, no consumo de informações e no alto nível que se tornaram os sonhos. Ricardo aborda o assunto relacionando os males à ansiedade, ao status desejado, à grande expectativa e ao desejo de realizar tudo rapidamente.
“As pessoas estão errando na dosagem”, explica Ricardo Rêgo.
É preciso entender que o sistema nervoso é responsável pelo ajustamento do organismo ao ambiente. Sua função é perceber e identificar as condições ambientais externas. Ele relaciona o indivíduo com seu ambiente, inicia e regula as respostas adequadas. Portanto, é importante que o paciente entenda que, muitas vezes, os sintomas não são causados pelas anormalidades orgânicas e sim por problemas psicológicos.
A busca pelo diagnóstico é o primeiro passo para a cura.

NEUROLOGIA

A neurologia talvez seja uma das especialidades mais complexas da medicina. Se não a mais difícil, é desafiadora e tem particularidades muito especiais. Além de uma série de diagnósticos primariamente neurológicos, a neurologia ainda tem uma interface com inúmeras outras especialidades: psiquiatria, endocrinologia, otorrinolaringologia, cardiologia, reumatologia, hematologia, dermatologia, etc.
As doenças que a neurologia e o neurologista mais tratam são as cefaleias, distúrbios do sono, doenças cerebrovasculares, AVCs (conhecidas como “derrames”), os distúrbios do movimento (como tremores e Doença de Parkinson), as epilepsias, as demências (como a doença de Alzheimer), as doenças desmielinizantes (como a Esclerose Múltipla), as neuropatias, as doenças musculares, aneurismas cerebrais, e tumores cerebrais.

Dor de cabeça

Cefaléia é o termo médico para dor de cabeça. É um dos sintomas mais comuns da medicina e neurologia. Estima-se que 90 a 100% das pessoas terão algum tipo de dor de cabeça ao longo da vida.
As cefaleias são divididas em primárias e secundárias. As mais comuns das primárias são: Enxaqueca e Cefaléia do tipo tensional. As secundárias são aquelas causadas por alguma outra doença, tal como Tumores Cerebrais, Traumatismo Craniano, Meningites, Acidentes Vascular Cerebral (AVC), Hidrocefalia e Aneurismas.

Guillain Barré e Zika Vírus

A síndrome de Guillain-Barré é uma doença neurológica caracterizada por fraqueza progressiva nas pernas, acompanhada de paralisia muscular. Em geral, a doença evolui rapidamente, atinge o ponto máximo de gravidade por volta da segunda ou terceira semana e regride devagar.
Não se conhece a causa específica da síndrome. No entanto, na maioria dos casos, duas ou três semanas antes, os portadores da síndrome manifestaram uma doença aguda provocada por vírus ou bactérias.  Cirurgias, traumas, gravidez, linfomas, gastrenterite aguda e infecção das vias respiratórias altas também podem ser considerados outras causas possíveis. A hipótese é que essa infecção aciona o sistema de defesa do organismo para produzir anticorpos contra os micro-organismos invasores. No entanto, a resposta imunológica é mais intensa do que seria necessário e, além do agente infeccioso, ataca também os nervos periféricos.
“A Zika trouxe muitas doenças neurológicas. Estamos aprendendo. É fundamental procurar um Neurologista nos primeiros sintomas”, alerta Ricardo Rêgo. A relação entre as duas é uma possibilidade epidemiológica devido ao aumento do número de casos da Síndrome Guillain Barré surgindo em paralelo a alguma epidemia.

NEUROLOGISTA, NEUROCIRURGIÃO E NEOROLOGISTA PEDIATRA

Neurologia Clínica é a especialidade médica voltada ao estudo, diagnóstico e tratamento das doenças que comprometem o sistema nervoso (cérebro, medula espinhal, raízes nervosas e nervos) e músculos (doenças musculares – miopatias).
Neurologista estuda as doenças que serão tratadas clinicamente, tendo durante a sua formação um grande aporte de conhecimento e experiência a respeito de medicamentos, as interações entre esses medicamentos e sua ação sobre a doença e sobre o indivíduo. Tem antes de tudo uma formação clínica e não realiza procedimentos cirúrgicos.
Neuropediatra exerce o mesmo papel do neurologista, mas a sua formação é voltada especificamente para as doenças neurológicas de crianças.
Neurocirurgião tem como principal foco o tratamento das doenças do sistema nervoso através de cirurgia e atua, principalmente, em centros cirúrgicos.

SINTOMAS DE DOENÇAS NEUROLÓGICAS

Dificuldade de engolir;
Fraqueza de braços ou pernas;
Formigamentos em uma ou várias partes do corpo;
Tonturas e desequilíbrio;
Dores de cabeça;
Distúrbios da memória;
Anormalidades na visão (visão dupla, perda de campo visual);
Perdas de consciência;
Desmaios;
Dor;
Sintomas que indicam meningite, como dor de cabeça, febre e rigidez de nuca;
Dores musculares sem nenhuma causa aparente;
Tremores;
Câimbras;
Dificuldades para andar;
Alterações na fala.

CENTRO MÉDICO CALHAU

A clínica oferece exames complementares, como exames laboratoriais e de imagem (ressonância, tomografia, ultrassom, densitometria, mamografia e RX) e atendimento médico em várias especialidades:

Geriatria
Neurologia
Neurocirurgia
Ortopedia
Endocrinologia
Urologia
Dermatologia
Psicologia
Nutricionista


PERFIL

Dr. Ricardo Rêgo é médico neurocirurgião, titulado da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia, trabalha no Hospital Municipal Djalma Marques, Hospital da Mulher e Hospital Carlos Macieira pelo SUS, e atende no Centro Médico Calhau, clínica multiprofissional, que também realiza exames complementares.