As novas tecnologias a serviço da Odontologia

Share

A Odontologia no Brasil tem tecnologia de ponta, que permite a realização de tratamentos de forma cada vez mais rápida e eficiente

Existem alguns detalhes que são essenciais quando o assunto é saúde. Assim é na nossa boca, cuidados com ela proporcionam mais qualidade de vida. A boa notícia é que os profissionais da área estão oferecendo tratamentos de última geração. Sobre o assunto, a Revisa Saúde News conversou com o cirurgião dentista Paulo de Tarso Bayma.
“Aquele dentista que fazia um tratamento dente a dente já não cabe mais no mercado, o paciente quer cuidar da boca completa”, adiantou.
Segundo o dentista, há soluções eficazes e rápidas para os mais diferentes casos, promovidas pela evolução tecnológica e diversidade de produtos capazes de preservar e construir sorrisos harmônicos, adequados as mais variadas faces.
A Odontologia é uma profissão com caráter humanista. Tem muito mais para tratar e entender do que apenas dentes. O entendimento do profissional, hoje, e a forma como lida com os pacientes vão influenciar diretamente na qualidade e evolução do tratamento.
Paulo de Tarso tem 34 anos de profissão, é especializado em reabilitação oral, com várias qualificações em sua área. Mas, com tantas tecnologias surgindo, fica difícil parar por aí! Ele acaba de fazer um curso em Curitiba (PR) de “Ancoragem Zigomática” – um implante que se diferencia dos convencionais pela sua fixação ao corpo do osso zigomático.
“É um tipo de implante para pessoas que não tem ossos suficientes para a colocação de um implante normal”, complementou.
Outra técnica revolucionária, dominada pelo cirurgião dentista, é o Neoguide (Cirurgia Guiada). Ela facilita a cirurgia. “É uma perfuração local, através de um software, que programa o local de colocação do implante”, explicou o dentista cirurgião.
“O Brasil é o maior consumidor de implante do mundo”, informou.

MERCADO

O mercado odontológico também sofreu outras transformações além das inovações tecnológicas, houve o aumento de faculdades de odontologia, o que resultou no aumento significativo de profissionais no país. Diante deste cenário, o dentista aprimorou seus conhecimentos, preocupando-se sempre em oferecer aos pacientes um serviço de excelência e qualidade.
“Aqui em São Luís se faz uma excelente odontologia, não é inferior a outros lugares do Brasil”, disse Paulo de Tarso que falou comentou também como lida com a concorrência, já que há muitos profissionais no marcado: “Há lugar para todo mundo, não vejo um outro dentista como um concorrente, a capacidade de cada um é muito individual”.

L-PRF – UMA NOVA TÉCNICA

A membrana de L- PRF é a mais nova e revolucionária técnica usada na Odontologia. O assunto foi outro destaque no curso que o Dr Paulo de Tarso participou, em Curitiba. Ela consiste numa malha 3D de fibrina de alta densidade e com junções trimoleculares equilaterais entre si resultante de uma polimerização lenta com a incorporação de plaquetas, leucócitos, fatores de crescimento, e com a presença de células estaminais circulantes.
É a técnica mais simples e rápida de preparar e aplicar e com o protocolo mais económico desenvolvido até à hoje. O L-PRF é utilizado na reabilitação em implantologia, em medicina dentária, com o objetivo de melhorar as condições e diminuir o tempo de cicatrização dos tecidos.

PRÓTESE E IMPLANTE DENTÁRIO

Existem as próteses fixas, próteses móveis e os implantes. Cada caso pede uma técnica diferente, já que a saúde geral e da boca precisam ser levadas em consideração para seguir com o tratamento ideal.
As próteses fixas são recomendadas para quem perdeu um ou mais dentes, mas ainda restam alguns na boca. Isso porque o molde precisa de outros dentes para servir de pilar e ser fixado. No caso da prótese móvel, a famosa dentadura substitui toda a arcada perdida. Já o implante, pode substituir um dente ou a arcada inteira. A técnica consiste em colocar um pino dentro do osso e, em cima dele, colocar o dente artificial.
Os implantes saem na frente quando o quesito é durabilidade. Com higiene bucal adequada, já houve implantes que duraram 24 anos, contra cinco da dentadura. Quanto aos custos, os implantes são mais caros que as próteses.
“A durabilidade dos implantes dentários podem variar, mas em geral, o tratamento tem uma taxa de sucesso de até 98%”, diz o cirurgião-dentista, Paulo de Tarso Bayma.

BOTOX NA ODONTOLOGIA

A Toxina Botulínica age paralisando o músculo que está em hiperfunção, devolvendo-lhe o estado de normalidade. “É um tratamento simples, eficiente, feito em dez minutos com agulha fina – como a usada para aplicar insulina – e com alto grau de satisfação relatado pelos pacientes”, informa Dr Paulo de Tarso.
Para o bruxismo, por exemplo, a toxina botulínica ajuda tanto os pacientes que rangem, quanto os que apertam os dentes. “É um tratamento que vem apresentando ótimos resultados, ideal para quem não quer mais dormir com a placa protetora nos dentes”, explica o dentista.
Pacientes que ao sorrirem mostram a gengiva em excesso – chamado sorriso gengival – podem escapar da cirurgia, nos casos em que a distância do lábio até a gengiva não excede três milímetros. A melhora do quadro é notória e não há perda de sensibilidade no lábio superior, nem a sensação de face paralisada.
A toxina botulínica é muito útil ainda na preparação dos músculos da boca e da face, no seu terço inferior, onde é área de atuação do cirurgião-dentista, em casos de implante dentário. A substância ajuda no relaxamento da musculatura da mastigação, o que favorece a adaptação ao uso de próteses dentárias.
“Assim como acontece quando usado para fins estéticos, pela Medicina, o botox na odontologia também tem duração de seis meses e precisa ser reaplicada para continuidade do bom resultado”, finaliza Dr Paulo de Tarso.

EVOLUÇÃO DA ODONTOLOGIA

O aprimoramento é parte integrante no processo de construção do profissional. A cada instante novas tecnologias, procedimentos e instrumentais são criados para aperfeiçoar o trabalho do cirurgião-dentista.
Aqui seguem 3 avanços relevantes:

1. Odontologia preventiva
Aborda os conceitos de educar o paciente para que ele atinja saúde bucal, esse trabalho deve ser feito em conjunto para prevenir a recorrência de doenças e evitar o surgimento de novas. Vai influenciar o paciente a adotar comportamentos saudáveis. Os resultados desse tratamento evitam, na maioria das vezes, procedimentos mais invasivos e asseguram a saúde e higiene bucal.

2. Odontologia estética
A Odontologia trabalha com a confiança e autoestima do paciente, uma vez que o sorriso é uma das mais antigas formas de comunicação. Na odontologia estética, é oferecido ao indivíduo uma melhor condição psicossocial, utilizando métodos para corrigir imperfeições, levando em consideração 4 fatores da composição estética do sorriso: estruturas e referências; proporções e idealismo; simetria e perspectiva.

3. Implantes dentários
A a falta de dentes é vista como “desleixo” pela sociedade. Hoje, a facilidade de se realizar um implante é bem maior do que era alguns anos atrás e a cirurgia é relativamente simples.

ESPECIALIDADES PAULO DE TARSO BAYMA
Periodontia: As doenças periodontais (gengivais) dividem-se em dois estágios: gengivite e periodontite.
Endodontia: Tratamento de canal em dentes infectados ou doentes devido a cáries ou fraturas.
Odontopediatria: Cuidamos dos seus filhos para que eles se tornem adultos confortáveis com a visita frequente ao dentista.
Oclusão e dor Orofacial: O tratamento indicado é promover uma oclusão dentária que permita um bom relacionamento entre as estruturas da Articulação Temporomandibular e remover os fatores que possam estar associados ao problema.
Cirurgia – Terceiros molares (Dente do siso): Dentes do siso são os últimos molares de cada lado dos maxilares.
Prótese e Reabilitação Oral: Esse tratamento tem por finalidade restaurar o tamanho e ou formato original do dente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *