Governo do Tocantins reforça orientação de atendimento humanizado

Share

Novos diretores assumiram hospitais com a missão de contribuir com a melhoria dos serviços prestados

O governador do Estado do Tocantins Marcelo Miranda esteve reunido no Palácio Araguaia, com os novos diretores-gerais que estão assumindo a gestão do Hospital Geral de Palmas (HGP) e do Hospital e Maternidade Dona Regina (HMDR).
No HGP, o médico especialista em cirurgia de cabeça e pescoço, Daniel Martins Hiramatsu, assumiu o lugar da administradora hospitalar Renata Nogueira Duran. No Dona Regina, quem assumiu foi enfermeira Débora Petry e no Hospital Infantil de Palmas (HIP) continua como diretora-geral, Leiliane Alves, que também foi recebida pelo governador.
Na ocasião, o secretário de Estado da Saúde, Marcos Musafir, explicou como foram definidos os novos nomes. “A escolha foi feita em colegiado na Secretaria de Saúde, ouvindo os profissionais dos hospitais e identificando pessoas que tenham compromisso com a saúde, responsabilidade e vontade de fazer um trabalho ainda melhor para benefício da população. A recomendação já foi feita: humanização no atendimento”, disse.
O governador Marcelo Miranda agradeceu a quem esteve à frente das unidades até o momento e reforçou que os novos gestores façam tudo o que for possível para melhorar a cada dia o atendimento. “Sou defensor da saúde do Tocantins porque os profissionais são comprometidos e fazem um ótimo trabalho, mesmo com tantas dificuldades. Agradeço àqueles que ficaram durante todo esse tempo colaborando e aos que assumem por terem aceitado esse desafio. Tenho certeza de que todos têm muito para contribuir. Não dá pra dizer que vamos resolver a questão da saúde, mas vamos fazer tudo de melhor para que isso aconteça”, disse o governador aos diretores.
O novo diretor do HGP, Daniel Hiramatsu, ressaltou que a sua motivação para aceitar o desafio de estar a frente do maior hospital público do Estado é o comprometimento dos servidores da unidade. “Todos são muito comprometidos e a gente vai somar com a equipe para conseguir desenvolver um trabalho melhor ainda. Neste momento, o principal ponto é continuar o trabalho de atender o paciente de acordo com a necessidade dele, respeitando o fluxo de atendimento”, explicou.
Já a diretora do Dona Regina, Débora Petry, reforçou a importância da maternidade para o Estado e garantiu que vai dar continuidade ao ótimo trabalho que já é desenvolvido. “Já fizemos um levantamento juntamente com o gabinete itinerante, com os técnicos da secretaria e vemos que o hospital é muito bom, tem grandes projetos e títulos importantes que vamos continuar trabalhando para manter. Só tenho a agradecer pela oportunidade, porque fazer uma escolha técnica para a gestão é realmente uma atitude louvável”, disse.
Renata Duran que estava há dois anos e seis meses como diretora-geral do HGP fez questão de destacar sua experiência. “O tempo que fiquei à frente do HGP foi uma experiência única, pois essa unidade é um hospital de excelência, que tem resolutividade e eu vi o hospital crescer positivamente. Agora, estou junto com o novo diretor passando os projetos, as ações que temos e tenho certeza de que ele irá fazer uma boa gestão”, afirmou.
A diretora do Hospital Infantil, Leiliane Alves, que continua no cargo, também falou de sua experiência e destacou que a unidade continua focada no atendimento de qualidade. “O Infantil vai continuar trabalhando para o melhor atendimento às crianças e mães”, disse.
Também estiveram presentes na reunião o subsecretário de Estado da Saúde, Marcus Senna, que fez questão de destacar o currículo dos profissionais; o secretário-chefe da Casa Civil, Télio Leão Ayres; além de diretores administrativos do Dona Regina, Fernando Pinheiro, e do Infantil, Eduardo Francisco da Silva.

Currículos

Daniel Martins Hiramatsu é natural de São Paulo e há 9 anos está no Tocantins. É cirurgião de cabeça e pescoço no HGP. Por quatro anos, o médico foi coordenador do centro cirúrgico da unidade se destacando em importantes ações que proporcionaram o aumento do número de cirurgias e a divisão do atendimento das especialidades por horário. O médico é formado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e tem curso de Gestão das Clínicas pelo Hospital Sírio Libanês e Gestão de Pessoas pela Universidade Federal do Tocantins (UFT).
Débora Petry é gaúcha e está há 20 anos no Tocantins. Trabalha há 10 anos como servidora do Estado, é concursada, formada em enfermagem, especialista em Urgência e Emergência, tem curso de capacitação em Auditoria e mestrado em Saúde Coletiva, com ênfase em Gestão de Sistemas de Saúde. No Hospital Geral de Palmas, atuou na assistência de enfermagem, na assessoria direta à direção, tendo implantado o Núcleo Interno de Regulação, o monitoramento de indicadores hospitalares, gerenciamento de leitos e o planejamento e implantação da Regulação Macrorregional do Tocantins.

ACM Neto e as melhorias na Saúde Municipal de Salvador

Share

O democrata alcançou avanços na capital baiana em apenas três anos de gestão

“A principal tarefa de um prefeito é cuidar de pessoas e para cuidar de pessoas, temos que cuidar da vida das pessoas. Temos que colocar a saúde em primeiro lugar para cuidar das pessoas e não no discurso e na propaganda. Saúde em primeiro lugar é colocar recursos, garantir o funcionamento pleno dos serviços assim como cumprir o cronograma”.
Estas foram as palavras proferidas pelo prefeito da capital baiana, Salvador, o jovem ACM Neto, durante a cerimônia de inauguração de mais uma Unidade de Pronto Atendimento entregue ainda no término do primeiro semestre deste ano, em Paripe.
Sempre empenhado na melhoria da qualidade de vida dos soteropolitanos, ACM tem mudado e muito a realidade da saúde pública de Salvador em apenas três anos de gestão. Das 113 unidades que compõem a rede de saúde familiar por exemplo, 70 já foram completamente reformadas. Hoje são 245 equipes trabalhando na saúde da família e, quando o prefeito assumiu o mandato eram apenas 103. De acordo com ACM Neto até o final de 2016, sete Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) deverão ser entregues à população de Salvador.
“Alguns talvez não se lembram, mas jamais vai sair da minha memória a fotografia de como era a saúde pública de Salvador. Os postos, como esse da Estrada das Barreiras, estavam caindo aos pedaços e faltavam médicos. Hoje, fico feliz em anunciar que saltamos de 103 para mais de 245 equipes de saúde da família trabalhando em toda cidade. Tínhamos a pior cobertura em atenção básica entre as capitais do Brasil e, em três anos, estamos alcançando o marco histórico de 50% da população assistida pelos serviços primários”, disse o democrata.
A Prefeitura teve a capacidade nesta gestão de mudar a realidade da saúde através de investimentos para recuperação dos postos e a contratação de mais de 3.500 novos profissionais.
Outro marco importante da administração de ACM Neto foi o início das obras para construção do primeiro Hospital Municipal de Salvador. “Enquanto muitas capitais do Brasil há décadas já possuem hospitais municipais, Salvador ainda não tinha. Por isso, me alegro em dizer que começamos a construção do nosso hospital. Também podemos comemorar porque a cidade vai receber mais três novas UPA’s para garantir os serviços de urgência e emergência”, desabafa com alegria o prefeito ACM.
O gestor lembra que encontrou a Prefeitura com apenas uma UPA em funcionamento. Hoje já são cinco administradas pela atual gestão municipal. Foi no governo de ACM Neto que a capital baiana passou a investir 19% do orçamento no setor, contra 15% da administração passada. “Fechamos o ano passado com o maior volume de realizações na área e dobramos o número de equipes do Programa de Saúde da Família (PSF). A população que era atendida pela atenção básica saiu de 18% para 50%”, frisou o prefeito.
Mesmo com a falta de repasses federais para o setor de saúde, ACM Neto vem priorizando os projetos desta área e investindo no setor.
“Enquanto nós ampliamos nossos investimentos e lançamos projetos novos, como a construção do primeiro Hospital Municipal de Salvador, uma reportagem exibida meses atrás pela TV Globo, mostrou a situação da rede hospitalar estadual e a falta de repasses da União para o município. Isso tem sido objeto de luta minha e já perdi as contas de quantas vezes estive no Ministério da Saúde para tratar disso. Tenho todas as audiências documentadas desde 2013. Estamos, inclusive, financiando coisas que são da responsabilidade do governo federal. Ano passado, ficamos três meses sem receber recursos federais. Paguei tudo em dia porque cobri obrigações que não eram da Prefeitura”, denunciou o prefeito.
ACM Neto revelou que o governo federal tem deixado de repassar R$ 80 milhões para Salvador anualmente, principalmente no que se refere às áreas da média e alta complexidade no atendimento à saúde. “Nós estamos executando acima do teto, chegando a 115%. E o governo do estado não consegue executar o orçamento. Se a gente recebesse esse dinheiro que a União deixa de repassar poderíamos ampliar o credenciamento de hospitais para serviços de oncologia, por exemplo, ou para cirurgias eletivas”, conclui o prefeito de Salvador que segue sem medir esforços seu trabalho frente à administração municipal da capital baiana.

Equipamento permite transferir pacientes graves com maior segurança e agilidade no Rio Grande do Norte

Share

Um equipamento que vem melhorando o trabalho e a saúde dos funcionários do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG), em Natal, no Estado do Rio Grande do Norte: a Prancha Passante. Ela permite a transferência de um paciente entre uma maca e um leito (ou vice-versa), de forma mais rápida e segura. Adquirido este ano, o equipamento tem sido utilizado com sucesso em setores como Centro de Tratamento de Queimados (CTQ), Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) e enfermarias. O hospital conta com 10 pranchas, estando nove em uso.
Auxiliando na passagem dos pacientes, até para mesas cirúrgicas, a técnica tem diminuído a sobrecarga física para os servidores. “Minha coluna melhorou em 100%. Antes eu sentia muitas dores, agora não sinto mais nada. Foi a melhor coisa que já chegou aqui no CTQ”, avalia o maqueiro Guilherme Soares da Silva, que atua no setor há 28 anos.
Atualmente, além do CTQ, contam com o equipamento: quatro (das cinco) UTIs, Centro de Recuperação Pós-operatório (CRO), Centro Cirúrgico (CC), Serviço de Apoio ao Diagnóstico e Tratamento (SADT), e enfermarias do terceiro andar. O fisioterapeuta, Elielton Pedrosa, relata que todos os servidores que teriam contato com a prancha, fizeram um curso para conhecimento do material: “Os que atuam nos setores onde a prancha é utilizada, foram capacitados para o manejo seguro e as equipes de higienização, para a limpeza correta”, afirma.
Confeccionadas em polímero expandido, cada prancha é recoberta por material resinado, permitindo um deslizamento suave, num sistema rolante. De formato retangular, são dobráveis, laváveis e desmontáveis. Possuem ainda: 170 cm de comprimento x 50 cm de largura x 2 cm de altura, sendo revestidas por material teflonado, dotadas de ponteiras que cobrem as extremidades, com alças para suporte e sustentação.

Governador do Rio Grande do Norte reúne CRM, MP e OAB para encaminhar melhorias à rede de saúde

Robinson Faria externou a necessidade de aprimorar a gestão
e o diagnóstico dos problemas de cada unidade
O governador Robinson Faria esteve reunido com representantes do Conselho Regional de Medicina (CRM), da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e do Ministério Público Estadual (MPE) para tratar de melhorias na prestação do serviço de saúde pela rede hospitalar. Robinson Faria externou a necessidade da pasta da Saúde aprimorar a gestão e o diagnóstico dos problemas de cada unidade. Ele disse ser inadmissível que equipamentos permaneçam encaixotados e sem utilização devido a pequenas questões de ordem operacional como uma instalação elétrica adequada.
“Precisamos melhorar o padrão de compromisso, de atitudes, de transparência. Combater vícios e erros históricos, corrigir anomalias”, afirmou o governador.
A secretária de estado da Saúde, Eulália Albuquerque Alves, informou que a administração estadual esta trabalhando para dar eficiência à gestão e racionalizar procedimentos para regularizar o fornecimento de materiais e medicamentos. Ela também explicou que as unidades devem funcionar dentro do que determina sua destinação, inclusive ressaltou a necessidade das unidades municipais prestarem um primeiro atendimento eficaz, para não gerar superlotação e desabastecimento na rede estadual.
Na reunião ficou acordado que o CRM, o MPE e a OAB, através da sua comissão de saúde, irão somar esforços com a administração estadual para efetivar melhorias no serviço público de saúde.
O CRM foi representado pelo presidente Marcos Lima de Freitas, e vice, Francisco Braga. As promotoras Kalina Correia e Elaine Cardoso representaram o MPE.
Também participaram os secretários de Estado do Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha, da Administração e Recursos Humanos, Cristiano Feitosa, o Procurador Geral adjunto, João Carlos Gomes Coque e a diretora-geral do Hospital Walfredo Gurgel, Fátima Pereira.

Hospital da PM

O governador Robinson Faria também se reuniu com representantes das secretarias estaduais de Saúde, Infraestrutura e Segurança, além da equipe técnica do Hospital Pedro Germano da Polícia Militar em Natal para discutir as obras de reforma e ampliação daquela unidade hospitalar.
Na ocasião, o chefe do Executivo cobrou celeridade e empenho conjunto para conclusão das obras e início do funcionamento do hospital. Quando estiver em plena atividade, a unidade terá dez leitos de UTI para adultos; dez leitos de UTI Neonatal, além da ampliação do Centro Cirúrgico com sete salas.

Piauí investe na saúde pública

Share

A atual gestão do Governo Estadual do Piauí beneficia a população com máquinas para exames, aquisição de ambulâncias e judicialização de medicamentos.

A população piauiense recebe benefícios na área da saúde que visam melhorar a qualidade de vida no Estado. Os investimentos são do Governo Estadual e vão desde a implantação do Programa Amigos do Peito, entrega de ambulância ao município de Curimatá, até a judicialização de medicamentos para facilitar o acesso aos remédios.

PROGRAMA AMIGOS DO PEITO

A população da região de Corrente, município ao sul de Teresina, será beneficiada com mais uma ação da Secretaria de Estado da saúde: a implantação do Programa Amigos do Peito, no formato fixo, que vai realizar exames de mamografias no Hospital Regional Dr. João Pacheco Cavalcanti.
Em Corrente, o Hospital Regional recebeu equipamento de sistema de radiologia computadorizada CR (mamógrafo), adquirido com recursos do Governo do Estado tesouro e terá capacidade para realizar até 40 exames ao dia.
O programa Amigos do Peito já realizou, de forma itinerante, mais de 4.000 exames de mamografia, inclusive atendendo um homem. Em Corrente, quando esteve em 2015, foram realizados 471 exames, contemplando mulheres dos municípios de Cristalândia, Riacho Frio, Parnaguá e São Gonçalo.
Agora, na segunda etapa do Programa, a Secretaria está dotando os hospitais regionais com equipamentos para que a mamografia seja realizada de forma fixa nos hospitais do Estado. A primeira unidade a ser dotada com equipamentos foi o Hospital Regional de Campo Maior que passa a ter capacidade para realizar diariamente 30 procedimentos.

AMBULÂNCIA EM CURIMATÁ

O município de Curimatá também será beneficiado com mais uma ação: aquisição de uma ambulância para o Hospital Regional Júlio Borges. A ambulância para simples remoção, com investimento do Governo do Estado no valor de R$142 mil, será entregue em Corrente, durante solenidade com o governador Wellington Dias.
Além do Hospital de Curimatá, os hospitais de Corrente, de São Raimundo Nonato, de Bom Jesus, de Piripiri, de Uruçuí, de Esperantina, de Oeiras, de Campo Maior e de Valença receberam cada um, uma ambulância, totalizando dez veículos.

Aniversário da Maternidade Dona Evangelina Rosa

Inaugurada no dia 15 de julho do ano de 1976, a Maternidade Dona Evangelina Rosa (MDER) completou 40 anos de existência, prestando atendimento às parturientes e neonatais de alto risco de todo o Piauí e estados vizinhos.
Por ano, a MDER realiza aproximadamente 11 mil partos e, segundo o diretor da maternidade, José Brito, essa é uma das unidades de saúde de maior importância para o estado. “É na Maternidade Dona Evangelina Rosa que, basicamente, começa a vida de grande parte dos teresinenses”, comenta o diretor.
A maternidade contempla uma estrutura mais humanizada e mais adequada no que diz respeito às normas de recomendação que existe para o bom atendimento e segurança das pacientes que fazem uso deste serviço.
A Maternidade Dona Evangelina Rosa vive momentos de conquistas e comemorações, a implantação da Rede Cegonha, que visa humanizar e reduzir os índices de mortalidade materna e neonatal, com foco no pré-natal, e de ampliação do programa “Mãe Canguru”, tem contribuído significativamente para a recuperação de bebês prematuros.
O Banco de Leite da MDER é um dos mais atuantes do Brasil, prova disso é que a instituição possui o título de “Hospital Amigo da Criança”, concedido pelo Unicef em reconhecimento às boas práticas de incentivo ao aleitamento materno.
A MDER conta com equipes completas 24 horas por dia, mobilizando obstetras, pediatras, anestesistas, fisioterapeuta, psicólogo, assistente social, nutricionista e enfermeiros com especialização em obstetrícia e pediatria. Estes profissionais oferecem atendimento às gestantes de alta complexidade

JUDICIALIZAÇÃO DE MEDICAMENTOS

O secretário de Estado da Saúde, Francisco Costa, se reuniu com o presidente do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), o desembargador Erivan Lopes, para tratar sobre a judicialização de medicamentos e o impacto que isso tem gerado na saúde.
Em reunião, foi acordado que a Secretaria da Saúde, por meio da Unidade de Assistência Farmacêutica, fará um levantamento dos medicamentos com maior número de demandas judiciais e que uma comissão composta por representantes do Tribunal de Justiça, Defensoria Pública do Estado (DPE-PI), Procuradoria Geral do Estado (PGE) e Secretaria irão avaliar e definir as competências dos governos Federal, Estadual e Municipal.
“Queremos facilitar a vida do cidadão, que é ter o acesso mais rápido ao medicamento sem que percorrer esse trâmite judicial como vem acontecendo. Então, a ideia é procurar os medicamentos que são mais demandados para que possamos definir os que são de responsabilidade estadual, municipal e da União. Os que foram de responsabilidade estadual deverão estar regulamentados para ter uma dispensação de forma administrativa”, explicou Costa.
O desembargador ressalta que além de agilizar a distribuição dos medicamentos, um dos objetivos é “diminuir quantidade de processos que são trazidos ao judiciário. Esse grupo vai elaborar um documento e em 30 dias voltamos a nos reunir”.
Também estiveram presentes na audiência representantes da Procuradoria Geral do Estado (PGE), Defensoria Pública do Estado do Piauí (DPE-PI) e do Ministério Público do Estado do Piauí (MP-PI).

As novas tecnologias a serviço da Odontologia

Share

A Odontologia no Brasil tem tecnologia de ponta, que permite a realização de tratamentos de forma cada vez mais rápida e eficiente

Existem alguns detalhes que são essenciais quando o assunto é saúde. Assim é na nossa boca, cuidados com ela proporcionam mais qualidade de vida. A boa notícia é que os profissionais da área estão oferecendo tratamentos de última geração. Sobre o assunto, a Revisa Saúde News conversou com o cirurgião dentista Paulo de Tarso Bayma.
“Aquele dentista que fazia um tratamento dente a dente já não cabe mais no mercado, o paciente quer cuidar da boca completa”, adiantou.
Segundo o dentista, há soluções eficazes e rápidas para os mais diferentes casos, promovidas pela evolução tecnológica e diversidade de produtos capazes de preservar e construir sorrisos harmônicos, adequados as mais variadas faces.
A Odontologia é uma profissão com caráter humanista. Tem muito mais para tratar e entender do que apenas dentes. O entendimento do profissional, hoje, e a forma como lida com os pacientes vão influenciar diretamente na qualidade e evolução do tratamento.
Paulo de Tarso tem 34 anos de profissão, é especializado em reabilitação oral, com várias qualificações em sua área. Mas, com tantas tecnologias surgindo, fica difícil parar por aí! Ele acaba de fazer um curso em Curitiba (PR) de “Ancoragem Zigomática” – um implante que se diferencia dos convencionais pela sua fixação ao corpo do osso zigomático.
“É um tipo de implante para pessoas que não tem ossos suficientes para a colocação de um implante normal”, complementou.
Outra técnica revolucionária, dominada pelo cirurgião dentista, é o Neoguide (Cirurgia Guiada). Ela facilita a cirurgia. “É uma perfuração local, através de um software, que programa o local de colocação do implante”, explicou o dentista cirurgião.
“O Brasil é o maior consumidor de implante do mundo”, informou.

MERCADO

O mercado odontológico também sofreu outras transformações além das inovações tecnológicas, houve o aumento de faculdades de odontologia, o que resultou no aumento significativo de profissionais no país. Diante deste cenário, o dentista aprimorou seus conhecimentos, preocupando-se sempre em oferecer aos pacientes um serviço de excelência e qualidade.
“Aqui em São Luís se faz uma excelente odontologia, não é inferior a outros lugares do Brasil”, disse Paulo de Tarso que falou comentou também como lida com a concorrência, já que há muitos profissionais no marcado: “Há lugar para todo mundo, não vejo um outro dentista como um concorrente, a capacidade de cada um é muito individual”.

L-PRF – UMA NOVA TÉCNICA

A membrana de L- PRF é a mais nova e revolucionária técnica usada na Odontologia. O assunto foi outro destaque no curso que o Dr Paulo de Tarso participou, em Curitiba. Ela consiste numa malha 3D de fibrina de alta densidade e com junções trimoleculares equilaterais entre si resultante de uma polimerização lenta com a incorporação de plaquetas, leucócitos, fatores de crescimento, e com a presença de células estaminais circulantes.
É a técnica mais simples e rápida de preparar e aplicar e com o protocolo mais económico desenvolvido até à hoje. O L-PRF é utilizado na reabilitação em implantologia, em medicina dentária, com o objetivo de melhorar as condições e diminuir o tempo de cicatrização dos tecidos.

PRÓTESE E IMPLANTE DENTÁRIO

Existem as próteses fixas, próteses móveis e os implantes. Cada caso pede uma técnica diferente, já que a saúde geral e da boca precisam ser levadas em consideração para seguir com o tratamento ideal.
As próteses fixas são recomendadas para quem perdeu um ou mais dentes, mas ainda restam alguns na boca. Isso porque o molde precisa de outros dentes para servir de pilar e ser fixado. No caso da prótese móvel, a famosa dentadura substitui toda a arcada perdida. Já o implante, pode substituir um dente ou a arcada inteira. A técnica consiste em colocar um pino dentro do osso e, em cima dele, colocar o dente artificial.
Os implantes saem na frente quando o quesito é durabilidade. Com higiene bucal adequada, já houve implantes que duraram 24 anos, contra cinco da dentadura. Quanto aos custos, os implantes são mais caros que as próteses.
“A durabilidade dos implantes dentários podem variar, mas em geral, o tratamento tem uma taxa de sucesso de até 98%”, diz o cirurgião-dentista, Paulo de Tarso Bayma.

BOTOX NA ODONTOLOGIA

A Toxina Botulínica age paralisando o músculo que está em hiperfunção, devolvendo-lhe o estado de normalidade. “É um tratamento simples, eficiente, feito em dez minutos com agulha fina – como a usada para aplicar insulina – e com alto grau de satisfação relatado pelos pacientes”, informa Dr Paulo de Tarso.
Para o bruxismo, por exemplo, a toxina botulínica ajuda tanto os pacientes que rangem, quanto os que apertam os dentes. “É um tratamento que vem apresentando ótimos resultados, ideal para quem não quer mais dormir com a placa protetora nos dentes”, explica o dentista.
Pacientes que ao sorrirem mostram a gengiva em excesso – chamado sorriso gengival – podem escapar da cirurgia, nos casos em que a distância do lábio até a gengiva não excede três milímetros. A melhora do quadro é notória e não há perda de sensibilidade no lábio superior, nem a sensação de face paralisada.
A toxina botulínica é muito útil ainda na preparação dos músculos da boca e da face, no seu terço inferior, onde é área de atuação do cirurgião-dentista, em casos de implante dentário. A substância ajuda no relaxamento da musculatura da mastigação, o que favorece a adaptação ao uso de próteses dentárias.
“Assim como acontece quando usado para fins estéticos, pela Medicina, o botox na odontologia também tem duração de seis meses e precisa ser reaplicada para continuidade do bom resultado”, finaliza Dr Paulo de Tarso.

EVOLUÇÃO DA ODONTOLOGIA

O aprimoramento é parte integrante no processo de construção do profissional. A cada instante novas tecnologias, procedimentos e instrumentais são criados para aperfeiçoar o trabalho do cirurgião-dentista.
Aqui seguem 3 avanços relevantes:

1. Odontologia preventiva
Aborda os conceitos de educar o paciente para que ele atinja saúde bucal, esse trabalho deve ser feito em conjunto para prevenir a recorrência de doenças e evitar o surgimento de novas. Vai influenciar o paciente a adotar comportamentos saudáveis. Os resultados desse tratamento evitam, na maioria das vezes, procedimentos mais invasivos e asseguram a saúde e higiene bucal.

2. Odontologia estética
A Odontologia trabalha com a confiança e autoestima do paciente, uma vez que o sorriso é uma das mais antigas formas de comunicação. Na odontologia estética, é oferecido ao indivíduo uma melhor condição psicossocial, utilizando métodos para corrigir imperfeições, levando em consideração 4 fatores da composição estética do sorriso: estruturas e referências; proporções e idealismo; simetria e perspectiva.

3. Implantes dentários
A a falta de dentes é vista como “desleixo” pela sociedade. Hoje, a facilidade de se realizar um implante é bem maior do que era alguns anos atrás e a cirurgia é relativamente simples.

ESPECIALIDADES PAULO DE TARSO BAYMA
Periodontia: As doenças periodontais (gengivais) dividem-se em dois estágios: gengivite e periodontite.
Endodontia: Tratamento de canal em dentes infectados ou doentes devido a cáries ou fraturas.
Odontopediatria: Cuidamos dos seus filhos para que eles se tornem adultos confortáveis com a visita frequente ao dentista.
Oclusão e dor Orofacial: O tratamento indicado é promover uma oclusão dentária que permita um bom relacionamento entre as estruturas da Articulação Temporomandibular e remover os fatores que possam estar associados ao problema.
Cirurgia – Terceiros molares (Dente do siso): Dentes do siso são os últimos molares de cada lado dos maxilares.
Prótese e Reabilitação Oral: Esse tratamento tem por finalidade restaurar o tamanho e ou formato original do dente.

Os transtornos e a psiquiatria infantil

Share

“Preste atenção em seu filho! Tem algo errado? Procure logo um profissional! Essa atitude pode evitar problemas graves no futuro”

O desenvolvimento infantil merece cuidado e atenção dos pais. Muitas vezes as crianças não apresentam sintomas claros de alguma psicopatologia ou transtorno, mas algumas mudanças repentinas de comportamento pode ser um sinal de que algo não está indo muito bem. A Psiquiatra Infantil Talita Serra Tobias de Sousa alerta sobre a importância de acabar com o preconceito que envolve doenças mentais.
“Muitas vezes as crianças chegam aqui no consultório após passar por inúmeros outros profissionais da medicina, por causa do preconceito que os pais têm de procurar um psiquiatra”, diz.
Por centenas de anos, os distúrbios mentais foram vistos com olhares maldosos e extremamente preconceituosos. Este preconceito ainda está muito presente na nossa sociedade. O psiquiatra era o médico responsável pelos considerados loucos e inaptos pela sociedade. Porém, os tempos mudaram, assim como os problemas.
Muitos dos diagnósticos de “loucura” foram descobertos como distúrbios. Outros, agora sabe-se que nem sequer existiam e que se baseavam em puras crenças e no imaginário da sociedade. O papel do psiquiatra foi mudando para algo mais apaziguador, um profissional da saúde que, capacitado, pode cuidar para que a saúde mental, biologicamente falando, esteja em equilíbrio. O objetivo é proporcionar uma boa qualidade de vida para o indivíduo.
Dra Talita ressalta a importância do diagnóstico precoce dos transtornos mentais, principalmente os casos de autismo, o transtorno obsessivo compulsivo (TOC) e a esquizofrenia: “Quanto mais cedo ocorrer a identificação do problema e o início do tratamento, melhor será o resultado e inclusive a qualidade de vida do paciente e até mesmo da sua família”.
Segundo a psiquiatra infantil, os casos mais comuns de transtornos mentais (e que representam a maioria das situações que acometem crianças e adolescentes) estão os de transtornos de ansiedade, de humor e de aprendizagem. “Os casos de hiperatividade entre crianças devem ser diagnosticados com muita cautela. É necessário identificar quando a hiperatividade deixa de ser uma característica da personalidade para ser diagnosticado como um transtorno mental”, ressalta.

DIAGNÓSTICO

A psiquiatria infantil é a especialidade médica dedicada ao estudo, prevenção, diagnóstico e tratamento de transtornos mentais em crianças e adolescentes, nos quais se incluem o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, transtorno do espectro autista, depressão, ansiedade e transtornos de aprendizagem, entre outros.
O psiquiatra infantil está apto a realizar uma avaliação médica completa, exame físico e eventual solicitação de exames laboratoriais, neurofisiológicos e de neuroimagem (ressonância magnética), no intuito de pesquisar possíveis fatores genéticos, biológicos, socioculturais, comportamentais e psicodinâmicos associados ao adoecimento mental. De forma igualmente importante, a avaliação médica permite que se excluam doenças de outros sistemas que possam simular transtornos mentais, como alterações endócrinas, infecciosas e neoplásicas, por exemplo.
Com base nestas informações, o psiquiatra infantil orienta o paciente e a família a respeito de sua impressão diagnóstica e propõe, em um contexto multidisciplinar, o plano de tratamento mais adequado, seja ele psicoterápico, farmacológico ou uma combinação de ambos, com o objetivo de aliviar o sofrimento e promover o bem-estar psíquico.
A psiquiatra adianta que o tratamento com medicação está indicado apenas em casos comprovadamente associados e transtornos que exijam o uso de remédios, como o TDAH e quadros graves de depressão e fobia escolar.

TRATAMENTO EM SÃO LUÍS

Dra Talita, que coordena a equipe de psiquiatria infantil do Hospital Estadual Nina Rodrigues, além de fazer atendimento na Clínica Pleno e no Hospital Universitário, se preocupa com a falta de profissionais na área para suprir a demanda na capital.
Ela ressalta o trabalho no Hospital Nina Rodrigues que tem um setor especializado em psiquiatria infantil que desenvolve um importante papel tanto no tratamento dos pacientes, quanto na construção do atendimento humanizado.
“Criamos essa equipe há dois anos para fazer o atendimento a essas crianças e a procura vem aumentando consideravelmente”, informa Talita.

TRANSTORNOS PSIQUIÁTRICOS NA INFÂNCIA

Alguns transtornos comuns na infância precisam ser identificados e tratados logo para que eles não desenvolvam problemas ainda maiores na criança. “Tem que ter muita atenção, cuidado e respeito, é uma questão de proteger a criança”, destaca Talita.

Transtornos da aprendizagem

referem-se a dificuldades na leitura, na capacidade matemática ou nas habilidades de escrita, medidas por testes padrões que estão substancialmente abaixo do esperado, considerando-se a idade da criança, seu quociente de inteligência (QI ) e grau de escolaridade.

Transtornos das habilidades motoras

é identificado quando o desempenho em atividades diárias que exigem coordenação motora está abaixo do esperado para a idade, como por exemplo, atraso para sentar, engatinhar, caminhar, deixar cair coisas, fraco desempenho nos esportes ou caligrafia insatisfatória. Muitas vezes essa criança é vista como desajeitada, tropeçando com frequência ou inábil para abotoar suas roupas ou amarrar os cadarços do sapato.

Transtornos da comunicação (linguagem)

a perturbação pode manifestar-se por sintomas que incluem um vocabulário limitado, erros grosseiros na conjugação de verbos, dificuldade para evocar palavras ou produzir frases condizentes com sua idade cronológica. Os problemas de linguagem também podem ser causados por perturbações na capacidade de articular sons ou palavras.

Transtorno do déficit

de atenção-hiperatividade: As crianças com esse transtorno são consideradas, com frequência, crianças com um temperamento difícil. Elas prestam atenção a vários estímulos, não conseguindo se concentrar em uma tarefa única e, assim, cometendo erros muitas vezes grosseiros. É comum terem dificuldade para manter a atenção, mesmo em atividades lúdicas e com frequência parecem não escutar quando chamadas. Muitas vezes não conseguem terminar seus deveres escolares, tarefas domésticas ou deveres profissionais. Têm dificuldade para organizar tarefas, evitando, antipatizando ou relutando em envolver-se em tarefas que exijam esforço mental constante. Costumam perder facilmente objetos de uso pessoal. Esquecem facilmente atividades diárias.

Transtornos Depressivos na Infância

Ocorrem tanto em meninos quanto em meninas. Os sintomas de depressão podem ser: isolamento, calma excessiva, agitação, condutas agressivas, intensa busca afetiva, alternando atitudes prestativas com recusas de relacionamento. A socialização está geralmente perturbada: pode haver recusa em brincar com outras crianças e dificuldade para aquisição de habilidades. As queixas somáticas são frequentes: dificuldade do sono (despertar noturno, sonolência diurna), alteração do padrão alimentar. Queixas de falta de ar, dores de cabeça e no estômago, problemas intestinais e suor frio também são comuns.

Transtornos Globais do Desenvolvimento (Autismo Infantil)

Costumam se manifestar nos primeiros cinco anos de vida. Existem várias formas de apresentação dos transtornos globais, não havendo até o presente momento um consenso quanto à forma de classificá-los. A forma mais conhecida é o Autismo Infantil, definido por um desenvolvimento anormal que se manifes
ta antes dos três anos de vida, não havendo em geral um período prévio de desenvolvimento inequivocamente normal. As crianças com transtorno autista podem ter alto ou baixo nível de funcionamento, dependendo do QI, da capacidade de comunicação e do grau de severidade nos seguintes itens.

PERFIL TALITA SERRA TOBIAS DE SOUZA

Médica psiquiátrica (CRM MA 5.358).
Graduação em Medicina pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA).
Residência em Psiquiatria pelo Hospital de Base do Distrito Federal.
Residência em Psiquiatria Infantil pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).
Título de Especialista pela Associação Brasileira de Psiquiatria e Membro da ABP.
Atende: Clínica Pleno (Av.Colares Moreira, número 07, Ed. Vinícius de Moraes, sala 703. São Luís/MA); Hospital Universitário Materno Infantil Presidente Dutra; e Hospital Estadual Nina Rodrigues.

Internet dedicada ajuda empresas a crescerem

Share

Em tempos de alta tecnologia nada melhor que navegar na Internet sem sofrer com uma lenta conexão, porém não é isso que acontece na maioria das vezes. Esse problema existe porque a conexão mais utilizada é a compartilhada. E quando ela é substituída por um link dedicado a velocidade é incomparável! Sobre o assunto quem fala sobre o assunto é a equipe da Wiki Telecom.
“A qualidade da internet via fibra óptica é bem melhor que a chamada banda larga, é mais moderna, sem falhas na conexão, tem uma forma de transmissão exclusiva”, explica o empresário Paulo de Tarso Filho, proprietário da empresa Wiki Telecom, radicada em São Luís, com cobertura em toda a cidade e em alguns municípios maranhenses.
Para entender melhor, a conexão é compartilhada quando o computador está interligado, indiretamente, a um provedor de internet por meio de uma conexão comunitária (disputada por inúmeros usuários). Com muitos usuários tentando trocar dados ao mesmo tempo, o sinal fica muito disputado – aí a velocidade diminui, há oscilações e quedas da conexão.
Com um link dedicado, o sistema é com fibra óptica! Não há congestionamento! A conexão tem garantia de que terá sempre a mesma velocidade e estabilidade no sinal. “Os servidores de internet comum garantem entrega de apenas 30% da banda contratada, enquanto o link dedicado garante 100%, além disso, como não há disputa pelo sinal, a velocidade já é naturalmente mais rápida”, explica o empresário.
O que Fibra Ótica?

A fibra ótica não envia dados da mesma maneira que os cabos convencionais. Para garantir mais velocidade, todo o sinal é transformado em luz, com o auxílio de conversores integrados aos transmissores. Sem essa conversão, os dados enviados e recebidos não poderiam desfrutar das mesmas larguras de banda. Nesse momento, surge a necessidade dos cabos de fibra óptica, pois são eles que permitem a velocidade e a qualidade superiores às oferecidas pelos tradicionais cabos de cobre.
É uma estrutura de vidro cilíndrica, transparente e flexível, com dimensões microscópicas, similares às de um fio de cabelo. A Fibra Ótica é um meio de transmissão que permite o tráfego de dados com velocidades muito próximas à velocidade da luz. O sinal na Fibra é transmitido através de reflexões de raios laser ao longo de todo o cabo, atingindo uma capacidade de transmissão única, que pode ser até um milhão de vezes maior que o cabo metálico ou coaxial, o que torna a Fibra uma das tecnologias de transmissão mais modernas do mundo.
Ao chegar com a Fibra até dentro da casa ou escritório do cliente, o ciclo de transmissão óptica fica completo: desde a rede central até o terminal do assinante. Assim, as vantagens da Fibra em termos de alta capacidade de transmissão e qualidade do sinal são mantidas até a sua casa, o que não acontece quando outras soluções são utilizadas.

WIKI TELECOM

A Wiki Telecom é uma empresa que presta serviço de internet via fibra óptica de alta qualidade e, também, intranet – que é uma rede privada de uso exclusivo de um determinado local, como, por exemplo, uma empresa, que só pode ser acessada pelos seus utilizadores ou colaboradores para a troca de informações entre setores de forma direta, sem precisar estar situada num mesmo endereço. “Distância não é problema, nós intercomunicamos filiais”, informa o proprietário.
Paulo de Tarso acrescenta ainda que a Wiki Telecom atua há 6 anos no mercado e que, por enquanto, trabalha só com empresas, porém com projetos para expandir o serviço a condomínios residenciais. “Não somos mercado doméstico, somos cooperativos”, informa.
A velocidade com que os negócios são realizados hoje em dia desafia as empresas a responder rapidamente qualquer demanda no processo. Para isso, o link de internet pode contribuir ou não para o sucesso dessas operações. Em geral, um link dedicado de 1Mbps é suficiente para um escritório que possui entre 10 e 20 funcionários apenas navegando e acessando e-mails. Para realizar videoconferências, utilizar aplicações e backup em nuvem, ligação VoIP e download de vídeos HD em tempo real, por exemplo, a banda deve ser maior.

ALTA DISPONIBILIDADE E ATENDIMENTO

Outro fator muito importante é a garantia de alta disponibilidade da conexão, ou seja, a quantidade de tempo que o servidor garante que o seu sinal estará disponível, sem quedas. A Wiki Telecom tem disponibilidade superior a 99%, oferece suporte exclusivo 24h por dia, assim como o monitoramento da rede.
“Temos condições de identificar onde há um rompimento de fibra em quatro horas, no máximo”, garante o empresário

SERVIÇO
Empresa: Wiki Telecom
Endereço: Rua do Passeio, 877. Centro, São Luís (MA)
Telefone: (98) 3133 1300

UPC comemora mais de duas décadas de atendimento

Share

Há 24 anos a UPC – Unidade de Pediatria e Cirúrgica – trabalha pela saúde, pelos direitos e pela vida de crianças e adolescentes do Maranhão.

UPC CENTRO

A UPC é um hospital pediátrico de pequena e média complexidade do Maranhão – destacando-se como um centro de referência na realização de procedimentos clínicos e cirúrgicos, com atendimentos de urgências e emergências 24 horas.
O Hospital dispõe de várias especialidades pediátricas, além de diversas áreas de atuação em saúde. Oferece desde atendimentos ambulatoriais, exames e métodos de diagnósticos, até procedimentos complexos cirúrgicos. A unidade atende pacientes de todo o Maranhão e oferece atendimentos por meio de convênios e particular.
A equipe da instituição se orgulha das importantes conquistas ao longo dos 24 anos de serviços prestados.
“Nossa maior satisfação é a confiança de nossos pacientes, estes já estão trazendo seus filhos e daqui há pouco os seus netos, uma conquista que chegou através de uma equipe responsável e preocupada em sempre melhorar”
O depoimento acima é do Cirurgião Pediatra José Luiz Guimarães, diretor da UPC – Unidade de Pediatria e Cirúrgica – e fundador do hospital. A UPC, funciona com uma unidade no Apicum, no centro da cidade, aberto 24 horas, outra unidade na Cohab que funciona no horário comercial de segunda a sábado. E, no próximo semestre, será aberta a UPC Renascença. “Será mais uma unidade para suprir a demanda com a mesma qualidade em um ambiente aconchegante”, avisa o cirurgião pediatra.
A equipe da UPC comemora os 24 anos de existência com o aumento expressivo de atendimentos, com conquistas importantes em cada uma das especialidades e áreas de atuação e com humanização no atendimento médico.
Para o diretor do hospital, é importante que a criança se sinta muito bem no local que será tratada. Para atingir esse objetivo, priorizou o atendimento humanizado e um ambiente lúdico: “Estamos sempre investindo na qualidade e assistência das crianças de nossa cidade, com avanços tecnológicos, treinamento de pessoal e melhorias nas instalações, procurando manter a tradição de compromisso e respeito pelo futuro de nosso país.

ESPECIALIDADES UPC

Anestesiologia, Cirurgias de Rotina, Videolaparoscópica e Emergenciais, Endocrinologia, Neurologia, Alergias e Imunologias, Infectologia, Gastropediatria, Endoscopia, Nutrição, Otorrinolaringologia, Dermatologia, Radiologia e Ortopedia.

CARÊNCIA NA REDE PÚBLICA

A Pediatria é uma especialidade que vem perdendo popularidade nos últimos anos. A Cirurgia Pediátrica encontra ainda mais obstáculos devido a longa formação necessária para a especialidade, dificuldade técnica na realização de procedimentos e variabilidade de doenças possíveis de cirurgia que exige aprendizagem continuada do profissional.
Segundo José Luiz Guimarães, no Maranhão há apenas 12 Cirurgiões Pediátricos e somente 9 estão ativos. Além da falta de profissionais, a falta de estrutura nos hospitais da rede pública ajuda a somar os problemas na área. “Dispomos somente de três hospitais infantis para atender todo o Maranhão. Só no Hospital Dr Juvêncio Mattos a fila de espera para cirurgias é enorme, quase 500 crianças esperando”, destacou o cirurgião.

UPC COHAB

Como atuam os cirurgiões pediátricos

Os cirurgiões pediátricos podem atuar nas seguintes áreas:

Pré-natal: detectam alterações no desenvolvimento do feto, podendo planejar a correção cirúrgica antes do parto.

Neonatal: corrigem cirurgicamente malformações congênitas que podem trazer risco de vida.

Cirurgia Pediátrica geral: corrigem diversas patologias cirúrgicas que envolvem o tórax e abdome, bem como múltiplas malformações em diversas partes do corpo.

Urologia Pediátrica: Têm qualificação e experiência no tratamento operatório de malformações geniturinárias (fimose, testículo fora da bolsa, etc).
Trauma: tratam situações críticas envolvendo lesões traumáticas em crianças.

ATENDIMENTOS MAIS COMUNS:

ACIDENTES DOMÉSTICOS

O Cirurgião Pediatra José Luiz Guimarães faz um alerta para o perigo dos acidentes domésticos que envolvem crianças. Afogamentos, quedas, queimaduras e intoxicações ainda são a principal causa de morte de crianças de até 9 anos no Brasil.
Entre os perigos encontra-se a Intoxicação Exógena. Os tóxicos ingeridos podem ser corrosivos, como agentes alcalinos e ácidos que podem provocar destruição tecidual após entrar em contato com mucosas. Uma das mais perigosas complicações está a Queimadura de Esôfago.
“Tem criança que não pode mais engolir, tem casos de perda do esôfago”, alerta o cirurgião, já preocupado com o período das férias do meio do ano, quando a procura por atendimento na UPC aumenta por conta de acidentes domésticos.

VIROSES

O termo “virose” é um modo genérico para se referir a qualquer doença que tenha um vírus como provável fator etiológico, porém não se consegue confirmar a presença desse microrganismo. Quando o vírus é identificado passa a receber uma denominação específica, como a dengue, por exemplo.
É virose comum ou é dengue, zika ou chicungunha? O problema é que muitas das viroses têm sintomas parecidos. “O número de atendimento tem aumentado muito, há muitas crianças internadas com os sintomas da dengue e da zika. Vejo a situação com muita preocupação, não é extrema, mas é considerável, pois essas doenças podem deixar sequelas para o resto da vida”, informou o Dr José Luiz.

ESPECIALIDADES

A UPC é um hospital referência em atendimento pediátrico, com assistência qualificada em diversas especialidades com foco em pequena e média complexidades.

ESTRUTURA DA UPC

Cuidado humanizado, tecnologia de ponta e um projeto arquitetônico acolhedor para pronto atendimento, exames e internação de crianças e adolescentes. Este é a UPC.

Perfil Dr José Luiz Guimarães

José Luiz Guimarães, natural de Iporá Goiás, nascido no dia 28 de maio de 1960, chegou ao Maranhão em 1979, em julho ingressou no curso de Medicina na UFMA. Em 1984 foi para o Rio de janeiro, onde fez o último ano de Medicina no Hospital da Lagoa RJ, Residência em Pediatria e Cirurgia Pediátrica no Instituto Fernandes Figueira (FIOCRUZ) e pós-graduação em Administração Hospitalar na PUC/RJ.
Em julho de 1989, retornou ao Maranhão e assumiu seus empregos por concurso público federal e estadual; no Hospital Universitário Materno Infantil da UFMA e no Hospital Infantil Dr Juvêncio Mattos da Secretaria de Saúde do Maranhão. Por muitos anos fez parte da equipe de emergências do Socorrão I, como único cirurgião pediatra da equipe.
Quando chegou a São Luís, a cidade contava com apenas cinco cirurgiões pediatras, que trabalhavam isoladamente. Havia dificuldades na investigação diagnóstica e no suporte pós-operatório, não havia leitos de UTI – exigindo um maior cuidado com os pacientes operados.
Com tantas deficiências, José Luiz Guimarães colocou em prática os conhecimentos clínicos e experiências adquiridas na residência medica.
Em 1992, fundou a UPC-Unidade de Pediatria e Cirurgia, primeiro Hospital privado pediátrico, (24 horas) na assistência clínica e cirúrgica do Estado, formando uma equipe de cirurgia pediátrica e pediatras clínicos e subespecialidades da pediatria.

 

EM BREVE NOVA UPC RENASCENÇA

UPC RENASCENÇA

 

Neurologia x bem estar

Share

Manter a saúde mental pode não ser tarefa fácil quando se tem de lidar com estresse, depressão e até os males provocados pelo mosquito aedes aegypti. A neurologia tem o tratamento ou diagnóstico de doenças contemporâneas, além de outras seculares. E os maranhenses podem comemorar, pois contam com consideráveis avanços nos setores púbicos e privados.
“Nos últimos anos o Maranhão melhorou bastante. A nível de Nordeste estamos bem! O Estado reduziu 90% o número de pacientes encaminhados para outros Estados em busca de tratamento médico”. A afirmação é do neurocirurgião Ricardo Rêgo, referindo-se aos centros especializados criados no interior do Estado.
“Após o diagnóstico, o processo está mais rápido. O desafio agora, com a crise, é manter os serviços”, completou ele sobre o atendimento no serviço público.

PROBLEMAS NEUROLÓGICOS

Para falar sobre os problemas do cotidiano que abalam a saúde de homens e mulheres do mundo inteiro é preciso ir longe. Buscar respostas nas expectativas frustradas, na sede do conhecimento, no consumo de informações e no alto nível que se tornaram os sonhos. Ricardo aborda o assunto relacionando os males à ansiedade, ao status desejado, à grande expectativa e ao desejo de realizar tudo rapidamente.
“As pessoas estão errando na dosagem”, explica Ricardo Rêgo.
É preciso entender que o sistema nervoso é responsável pelo ajustamento do organismo ao ambiente. Sua função é perceber e identificar as condições ambientais externas. Ele relaciona o indivíduo com seu ambiente, inicia e regula as respostas adequadas. Portanto, é importante que o paciente entenda que, muitas vezes, os sintomas não são causados pelas anormalidades orgânicas e sim por problemas psicológicos.
A busca pelo diagnóstico é o primeiro passo para a cura.

NEUROLOGIA

A neurologia talvez seja uma das especialidades mais complexas da medicina. Se não a mais difícil, é desafiadora e tem particularidades muito especiais. Além de uma série de diagnósticos primariamente neurológicos, a neurologia ainda tem uma interface com inúmeras outras especialidades: psiquiatria, endocrinologia, otorrinolaringologia, cardiologia, reumatologia, hematologia, dermatologia, etc.
As doenças que a neurologia e o neurologista mais tratam são as cefaleias, distúrbios do sono, doenças cerebrovasculares, AVCs (conhecidas como “derrames”), os distúrbios do movimento (como tremores e Doença de Parkinson), as epilepsias, as demências (como a doença de Alzheimer), as doenças desmielinizantes (como a Esclerose Múltipla), as neuropatias, as doenças musculares, aneurismas cerebrais, e tumores cerebrais.

Dor de cabeça

Cefaléia é o termo médico para dor de cabeça. É um dos sintomas mais comuns da medicina e neurologia. Estima-se que 90 a 100% das pessoas terão algum tipo de dor de cabeça ao longo da vida.
As cefaleias são divididas em primárias e secundárias. As mais comuns das primárias são: Enxaqueca e Cefaléia do tipo tensional. As secundárias são aquelas causadas por alguma outra doença, tal como Tumores Cerebrais, Traumatismo Craniano, Meningites, Acidentes Vascular Cerebral (AVC), Hidrocefalia e Aneurismas.

Guillain Barré e Zika Vírus

A síndrome de Guillain-Barré é uma doença neurológica caracterizada por fraqueza progressiva nas pernas, acompanhada de paralisia muscular. Em geral, a doença evolui rapidamente, atinge o ponto máximo de gravidade por volta da segunda ou terceira semana e regride devagar.
Não se conhece a causa específica da síndrome. No entanto, na maioria dos casos, duas ou três semanas antes, os portadores da síndrome manifestaram uma doença aguda provocada por vírus ou bactérias.  Cirurgias, traumas, gravidez, linfomas, gastrenterite aguda e infecção das vias respiratórias altas também podem ser considerados outras causas possíveis. A hipótese é que essa infecção aciona o sistema de defesa do organismo para produzir anticorpos contra os micro-organismos invasores. No entanto, a resposta imunológica é mais intensa do que seria necessário e, além do agente infeccioso, ataca também os nervos periféricos.
“A Zika trouxe muitas doenças neurológicas. Estamos aprendendo. É fundamental procurar um Neurologista nos primeiros sintomas”, alerta Ricardo Rêgo. A relação entre as duas é uma possibilidade epidemiológica devido ao aumento do número de casos da Síndrome Guillain Barré surgindo em paralelo a alguma epidemia.

NEUROLOGISTA, NEUROCIRURGIÃO E NEOROLOGISTA PEDIATRA

Neurologia Clínica é a especialidade médica voltada ao estudo, diagnóstico e tratamento das doenças que comprometem o sistema nervoso (cérebro, medula espinhal, raízes nervosas e nervos) e músculos (doenças musculares – miopatias).
Neurologista estuda as doenças que serão tratadas clinicamente, tendo durante a sua formação um grande aporte de conhecimento e experiência a respeito de medicamentos, as interações entre esses medicamentos e sua ação sobre a doença e sobre o indivíduo. Tem antes de tudo uma formação clínica e não realiza procedimentos cirúrgicos.
Neuropediatra exerce o mesmo papel do neurologista, mas a sua formação é voltada especificamente para as doenças neurológicas de crianças.
Neurocirurgião tem como principal foco o tratamento das doenças do sistema nervoso através de cirurgia e atua, principalmente, em centros cirúrgicos.

SINTOMAS DE DOENÇAS NEUROLÓGICAS

Dificuldade de engolir;
Fraqueza de braços ou pernas;
Formigamentos em uma ou várias partes do corpo;
Tonturas e desequilíbrio;
Dores de cabeça;
Distúrbios da memória;
Anormalidades na visão (visão dupla, perda de campo visual);
Perdas de consciência;
Desmaios;
Dor;
Sintomas que indicam meningite, como dor de cabeça, febre e rigidez de nuca;
Dores musculares sem nenhuma causa aparente;
Tremores;
Câimbras;
Dificuldades para andar;
Alterações na fala.

CENTRO MÉDICO CALHAU

A clínica oferece exames complementares, como exames laboratoriais e de imagem (ressonância, tomografia, ultrassom, densitometria, mamografia e RX) e atendimento médico em várias especialidades:

Geriatria
Neurologia
Neurocirurgia
Ortopedia
Endocrinologia
Urologia
Dermatologia
Psicologia
Nutricionista


PERFIL

Dr. Ricardo Rêgo é médico neurocirurgião, titulado da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia, trabalha no Hospital Municipal Djalma Marques, Hospital da Mulher e Hospital Carlos Macieira pelo SUS, e atende no Centro Médico Calhau, clínica multiprofissional, que também realiza exames complementares.

São Luís ganha o prédio mais alto e inteligente

Share

São Luís conta agora com um edifício comercial que impressiona pela sua estrutura. De cara, é o mais alto da cidade! E reúne ainda modernidade, tecnologia de ponta e soluções inteligentes. O proprietário do Marcus Barbosa Intelligent Office, que fica na Avenida dos Holandeses, é o empresário Jeová Barbosa de Oliveira.
O prédio tem 100,15 metros de altura acima do nível do mar, segundo números da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), e tem quatro fachadas distintas. “O empreendimento comercial tem uma volumetria gigante. Deixaremos nossa marca de cartão postal da nossa bela São Luís”, discursou o empresário.
Com toda a manutenção feita por gerenciamento automatizado, o empreendimento foi projetado para conectar os usuários com o mundo dos negócios. Até os elevadores, que somam dez, têm um diferencial: um deles é do “tipo expresso”, cobrindo os 22 andares em apenas 24 segundos!
O Marcus Barbosa Intelligent Office tem 328 salas com áreas de 33, 5m² e 181,86m², quatro mirantes, auditório na cobertura com capacidade para receber 100 pessoas e espaço para coffe break, heliporto e sistema Vallet Park em uma garagem rotativa para mais de 600 carros.
A cobertura do edifício conta com dois restaurantes. Um tem vista para orla marítima e capacidade para 250 pessoas e o outro, com vista para o terraço, abriga 300 clientes.
O proprietário do audacioso empreendimento conta que o nome do prédio é uma homenagem ao falecido filho, Marcos Barbosa. Ele é cearense, mas é no Maranhão que tem deixado seu legado.
“Aqui agradecemos a todos que contribuíram na construção deste empreendimento, aos funcionários de nossa empresa, colaboradores de mão de obra da terra, terceirizados diretamente e indiretamente, enfim, a minha família”, finalizou Jeová no discurso de inauguração.

VEJA GALERIA DE FOTOS